quarta-feira, julho 21, 2010

Um poeta

Eles sim, podem estar em qualquer lado e assumir as formas mais atípicas.



Um comentário:

Hilton Valeriano disse...

E seu olhar transfigurando a realidade: nada é óbvio!