domingo, abril 01, 2012

Epigrama de Hilton Valeriano que o Homem do Farol  ilustrou com as rugas da Falésia

Semeiam as vagas a inconstância e o porvir.
Pranteiam as flores o efêmero jardim.
Porém, com vagos e remotos sonhos,
celebram, os insanos, a glória de serem humanos.




Um comentário:

Hilton Valeriano disse...

É uma honra amigo da terra de Camões!