terça-feira, setembro 06, 2005




O teu Cão

Esse cachorro rafeiro
Antevê, pressente, sente
A hora do teu re-encontro
Sente o bater dos teus passos
As ondas da tua voz.
Esse cachorro rafeiro
Capta todos os sinais
Conhece todos teus odores
Percebe os teus humores.
Esse cachorro rafeiro
É estritamente fiel
Só a ti ele obedece
Contigo ele permanece
Mesmo quando tu és ausência
Esse cachorro rafeiro
Abana acauda contente
Saliva abundantemente
Quando para ele tu falas
No bosque ele só tem um medo
Que tu o deixes sòzinho
No meio da sombra escura
Onde a tristeza perdura
Mas rebenta de contente
Quando te vê aparecer
Por tràs da árvore a sorrir
E descobre de novo o teu cheiro
Esse cachorro rafeiro

2 comentários:

joaninhalibelinha disse...

Talvez um dia encontre alguém que como esse cachorro rafeiro que rebenta de contente quando a vê (sente, porque não é preciso ver...),talvez aí não seja só o cachorro rafeiro a sentir tudo o que mais ninguém sente. Mas só talvez...

El siervo disse...

Me ha entrado nostalgia... extraño a mi amigo Vitto. Un perro pequeño de buen ánimo.

Paz