quinta-feira, agosto 12, 2010

O náufrago e a serpente 3

A maior parte dos passageiros e dos tribulantes tenta salvar as riquezas trazia. A ganância é a sua perdição, morrem todos afogados sem conseguir nadar até à ilha do Farol. Só o nosso herói toma a sensata decisão de deitar fora os tesouros que lhe pertenciam antes de saltar para a água. Deste modo teria mais possibilidades de salvar a pele. Conseguiu nadar até à ilha, sempre com a mesma pergunta na cabeça: porque se tinha apagado a luz do Farol?

(continua)


Um comentário:

Hilton Valeriano disse...

Maravilhoso! Imagino sua série sobre Moby Dick!